Ernst Mach – The Analysis of Sensations

O trecho de Ernst Mach comentado nas aulas de Teoria do Conhecimento: Empirismo e Racionalismo dos dias 05/03 (Diurno) e 07-14/03 (Noturno), em conexão com a nossa leitura de Hume, encontra-se transcrito abaixo, e o original em inglês pode ser acessado através de um link na Antologia de textos do meu site.

«Para nós, portanto, o mundo não consiste em entidades misteriosas, as quais, por sua interação com outra entidade igualmente misteriosa, o Eu, produziriam sensações, as quais seriam (e apenas elas) acessíveis. Para nós, as cores, sons, espaços, tempos, etc, são provisoriamente os elementos finais, cuja conexão dada nos cabe investigar. […]

É precisamente nisto que consiste a exploração da realidade. Nessa investigação, não devemos nos deixar atrapalhar por abreviações e limites tais como corpo, ego, matéria, espírito, etc, que foram formulados com propósitos práticos e específicos, e tendo em vista fins totalmente provisórios e limitados. Ao contrário, as formas de pensamento mais adequadas devem ser criadas dentro da pesquisa e pela própria pesquisa, como acontece em todas as ciências particulares. Em vez dos modos tradicionais e instintivos de pensar, deve-se colocar uma visão mais livre e inédita, que se adapta à experiência que se desdobra, e que vai além dos requisitos da vida prática. […]

A ciência sempre tem sua origem na adaptação do pensamento a algum campo definido da experiência. […]

Tudo o que nos importa é a descoberta de relações funcionais, e o que queremos conhecer é meramente a dependência das experiências umas com as outras. Torna-se óbvio, então, que a referência a variáveis fundamentais desconhecidas, que não são dadas (as “coisas-em-si”) é puramente fictícia e supérflua.»

[Ernst Mach, The Analysis of Sensations (1897), Capítulo 1, seções 13 e 14. Trad. inglesa por C. M. Williams e Sydney Waterlow. New York: Dover, 1959. Trad. do inglês por V. A. Bezerra.]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s