Documentário sobre a máquina de Antikythera

Longo e bem produzido documentário da PBS NOVA sobre o fascinante e enigmático mecanismo de Antikythera, sobre o qual costumo falar em minhas aulas de disciplinas de História da Ciência, como NDCM e outras.

Anúncios

Astronomia e interdisciplinaridade

No ano passado, foram publicados pela Astronomical Society of the Pacific os Proceedings de um simpósio realizado em Veneza em 2009,  The Inspiration of Astronomical Phenomena VI, comemorando os 400 anos do uso do telescópio por Galileu.

Os autores participantes do simpósio, de natureza verdadeiramente interdisciplinar, trataram de aspectos da ciência, vida e obra galileanas; de temas tradicionais de história da astronomia; também foram focalizadas as relações entre astronomia e arte, música, e literatura; astronomia, religião e culturas antigas e tradicionais; e ainda astronomia e ensino. Confira o sumário neste link.

Na seção sobre Galileu, as observações telescópicas de 1609-1610 são discutidas sob variados aspectos. Na seção sobre astronomia e arte, há interessantes análises de obras de artistas plásticos, do passado e do presente, que trabalharam com temas astronômicos. Há também estudos sobre a música e a teoria musical na época de Gaileu — inclusive em sua família, pois o Galilei mais bem conhecido como músico era seu pai Vincenzo Galilei. (A propósito, uma tese sobre a teoria musical de Vincenzo acaba de sair no Brasil — Vincenzo Galilei contra o número sonoro, de Carla Bromberg, ed. Livraria da Física).

A boa notícia é que a publicação original (Astronomical Society of the Pacific Conference Series, Vol. 441), que estava disponível para compra em http://www.aspbooks.org/a/volumes/table_of_contents/?book_id=492, está agora disponível em acesso livre através do NASA/Smithsonian Astrophysics Data System, no endereço:

http://adsabs.harvard.edu/cgi-bin/nph-abs_connect?ref_stems=ASPC..441&jou_pick=YES&return_req=no_params&end_year=2012

Obrigado a Robert Van Gent e Giancarlo Truffa pela indicação, via HASTRO-L.

Hoje é o aniversário de Alexandre Koyré

Alexandre Koyré completaria hoje 120 anos. Mais conhecido como o autor do já clássico From the closed world to the infinte universe, de 1957, leitura obrigatória para toda gente que se interessa pela Revolução Astronômica dos séculos XVI-XVII e pela Revolução Científica do século XVII (bem como seus antecedentes renascentistas), o grande historiador da ciência e filósofo Koyré (1892-1964) também escreveu muitas outras obras.

Títulos como Études galiléennesThe Astronomical Revolution: Copernicus-Kepler-Borelli, Metaphysics and measurement: Essays in Scientific Revolution, Newtonian studies, Ensaios de história do pensamento científico e Ensaios de história do pensamento filosófico são coleções de ensaios que assombram, cada um deles individualmente, pelo fôlego, pela sutileza historiográfica, pela erudição e pela defesa coerente de uma determinada visão de cultura, ciência, pensamento e história.

Koyré pode talvez ser considerado um tanto “racionalista”, “intelectualista” ou “internalista” demais para o gosto, digamos, mais subjetivista, contingente e externalista da historiografia da ciência mais recente — assim como por certa historiografia mais empirista da primeira metade do século XX. Porém o certo é que, se olharmos para o plano conceitual do desenvolvimento da ciência, suas análises são incontornáveis, impossíveis de não se levar em conta, ainda hoje.

Parafraseando o que disse o crítico Antonio Candido por ocasião da morte do poeta João Cabral de Melo Neto, a obra de Koyré continuará proporcionando alimento, conforto e desafios para muitas gerações que ainda estão por vir.

Alguns textos de Koyré estão disponíveis através da Antologia de textos do meu site de Filosofia e História da Ciência: “O significado da síntese newtoniana”, “As etapas da cosmologia científica”, e (externo) dois capítulos de From the closed world to the infinite universe.

Textos sobre Revolução Astronômica

Andreas Cellarius, gravura da Harmonia Macrocosmica

Andreas Cellarius, gravura da Harmonia Macrocosmica ilustrando o sistema copernicano

O primeiro texto a ser lido na disciplina de Nascimento e Desenvolvimento da Ciência Moderna, dentro da unidade referente à Revolução Astronômica, é “O escopo da Astronomia comparado com o da Física”, de Geminus de Rodes (trad. do Prof. Osvaldo Pessoa Jr., da USP).

O texto-base para o estudo da Revolução Astronômica dos séculos XVI e XVII será o capítulo 5 do livro de Paolo Rossi, O nascimento da ciência moderna na Europa (disponível na Biblioteca).

O texto para fichamento é “As etapas de cosmologia científica” de Alexandre Koyré.

Seleção para Mestrado em Filosofia da Ciência – UFABC

[VERSÃO ATUALIZADA EM 22/09/2011] Estão abertas até 07/10/2011 as inscrições para o processo seletivo 2011 do Mestrado em Ensino, História e Filosofia das Ciências e Matemática da Universidade Federal do ABC em Santo André (SP). Há disponibilidade de bolsas (consultar a coordenação do Programa ou a secretaria de Pós-Graduação). Disponibilizei duas vagas neste processo seletivo. Em vista do número de candidatos já inscritos comigo como orientador efetivo, não estou mais recebendo solicitações relativas a orientação.

Ultra-resfriamento de átomos por laser

Ultra-resfriamento de átomos por laser

O tema escolhido pelo(a) candidato(a) a uma vaga deverá necessariamente estar inserido nas áreas de Filosofia da Ciência ou História da Ciência ou Epistemologia, e precisará se encaixar dentro de uma das seguintes linhas de pesquisa:

  1. Estrutura e dinâmica de teorias científicas
  2. Modelos em ciência
  3. Modelos filosóficos de racionalidade científica
  4. Teorias da justificação epistêmica
  5. História da Filosofia da Ciência
  6. História da Revolução Astronômica
  7. História do mecanicismo
  8. História da mecânica e da teoria do campo
  9. Fundamentos da mecânica quântica
Modelo planetário de Kepler (1596)

Modelo planetário de Kepler (1596)

O processo seletivo da UFABC será realizado por bancas a serem constituídas, e usualmente se compõe de três etapas:

  • Análise do pré-projeto de pesquisa;
  • Análise do currículo;
  • Entrevista.

A lista de documentos requeridos para inscrição está no edital. O sistema de cartas de pré-aceite, usado no processo seletivo anterior, foi modificado, tendo sido substituído pela indicação de um orientador efetivo e um segundo nome para compor a banca e possível co-orientador. Solicita-se que os candidatos interessados em consignar o meu nome como segundo nome em suas inscrições consultem-me sobre isso com antecedência.

Bibliografia

Bibliografia

A aceitação de candidatos depende dos seguintes fatores:

  • Uma entrevista comigo (anterior à entrevista de seleção), onde, entre outros aspectos considerados, o(a) candidato(a) deverá demonstrar familiaridade com pelo menos uma referência bibliográfica relevante (à sua escolha) que já tenha lido a respeito do tema específico pretendido. (Em data a ser marcada.)
  • Prova básica de redação acadêmica (em data a ser marcada).
  • Compromisso, por parte do(a) candidato(a), de dedicação constante ao estudo e à redação de textos.
Estudo

Estudo

  • No caso das linhas de pesquisa 6 a 9 acima, é preciso que o candidato tenha graduação em alguma área científica (para a linha 9, essa área terá que ser necessariamente a Física).
  • Já com relação às linhas de pesquisa 1 a 3, é desejável que o candidato tenha tido pelo menos algum contato formal com alguma área científica (disciplinas optativas, curso de extensão, etc).
  • Finalmente, no caso das linhas de pesquisa 4 e 5 acima, é indispensável que o candidato tenha formação em Filosofia.

Os candidatos podem entrar em contato comigo, no endereço eletrônico valter . bezerra @ ufabc . edu . br (sem os espaços). [Ver observações em vermelho acima.] O meu currículo Lattes pode ser consultado em: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4792145H8  Meu site de ensino e pesquisa pode ser acessado em: http://sites.google.com/site/filosofiadacienciaufabc/

Dúvidas sobre o processo seletivo devem ser endereçadas à coordenação ou vice-coordenação do Programa, ou à Pró-Reitoria de Pós-Graduação da UFABC. Boa sorte e bons estudos!

História da astronomia na UFABC – Claudemir Tossato

O Prof. Claudemir R. Tossato, do Departamento de Filosofia da UNIFESP, estará na UFABC no dia 20 de Junho de 2011, proferindo uma palestra sobre “Os instrumentos astronômicos de Tycho Brahe”. Tossato é especialista em história da astronomia, particularmente Johannes Kepler. A palestra integra a programação de Seminários da Pós-Graduação em Ensino, História e Filosofia das Ciências e Matemática. Bloco B, Auditório do 8o. andar, às 14:30h.

Endereço: Universidade Federal do ABC – Campus Santo André – Bloco B – Av. dos Estados, 5001 (vizinho ao Carrefour) / Rua Santa Adélia, 166 / Rua da Abolição – Santo André – SP

Galileu e o telescópio

Atividade 2 da disciplina de NDCM: Escrever um pequeno trabalho (entre 2 e 5 páginas de texto) desenvolvendo o tema dos argumentos contra e a favor do uso astronômico do telescópio por Galileu Galilei. (Este tema já começou a ser discutido na aula do dia 18/11.) Preste atenção para fazer as atribuições históricas corretas. Tenha o cuidado de distinguir aqueles argumentos que foram efetivamente formulados por Galileu e seus contemporâneos e aqueles que são extrapolações atuais que nós podemos formular ou reconstruir hoje em dia.

Eis alguns textos que poderão dar subsídios para a realização desta atividade (alguns deles fazem parte da bibliografia da disciplina):

ÉVORA, Fátima. “A descoberta do telescópio: Fruto de um raciocínio dedutivo?”. Caderno Catarinense de Ensino de Física, v. 6, n. 4, pp. 3-48, 1989 (Outro link aqui)

MARICONDA, Pablo. “Galileu a e ciência moderna”. Especiaria – Cadernos de Ciências Humanas (UESC-BA), v. 9, n. 16, pp. 267-292, 2006. (Outro link aqui)

VIDEIRA, Antônio A. P. As descobertas astronômicas de Galileu Galilei. Rio de Janeiro: Vieira & Lent, 2009. (ISBN:  978-85-88782-61-7)

FEYERABEND, Paul. Contra o método. Trad. por Cezar Augusto Mortari. São Paulo: Editora Unesp, 2007. (Há outras edições em português e espanhol desta obra disponíveis aqui.)

ÉVORA, Fátima. A revolução copernicano-galileana. Vol. II – A revolução galileana. 2a.ed. Campinas, SP: Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência (UNICAMP), 1994. (Coleção CLE, Vol. 4)

CHALMERS, Alan. A fabricação da ciência. Trad. por Beatriz Sidou. São Paulo: Editora da Unesp, 1994.

KUHN, Thomas S. A revolução copernicana, pp. 234-239. Trad. por Marília Costa Fontes. Lisboa: Edições 70, 2002. (A edição em inglês também está disponível aqui.)

MARICONDA, Pablo & VASCONCELOS, Júlio. Galileu e a nova física. São Paulo: Odysseus, 2006.